Desejo, de Graça Vilhena

Teu olhos queimam meu corpo

quero ser arada

pelas tuas mãos

quero gemer ser pisada ser ferida

pelo teu beijo de semente

depois o descanso

teu suor moreno

chovendo sobre mim.

Poesia de de Graça Vilhena

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas