Josefina Gonçalves

Josefina Gonçalves – Foto José Ailson (Um Zé)

É difícil dissociar a história do artista da sua arte, grande parte da sua obra acompanha os acontecimentos da sua vida, representa o que o artista está vivendo ou a forma como ele enxerga o mundo. Isso se torna mais forte quando o artista em questão nasce para a arte e respirando arte. Foi assim que aconteceu com uma das maiores artistas plásticas da nossa época, Josefina Pacheco Gonçalves, que é natural de Barras-PI. Formada em Desenho e Artes Plásticas pela Universidade Federal da Bahia, especialista em História da Arte e Arquitetura e em Gestão de Negócios da Moda. Já lecionou no Instituto Camillo Filho no Curso de Artes Visuais e na UNINOVAFAPI no Curso Design de Modas. Com obras premiadas e exposições que já rodaram o Brasil e ultrapassaram as fronteiras do país.

“A arte é uma das coisas que mais humaniza o ser humano.” Josefina Gonçalves

Nome Completo: Josefina Pacheco Gonçalves

Descrição: Artista Plástica

Data de Nascimento: 11/05

Local de Nascimento: Barras-PI

A veia artística

Não foi por acaso que artista plástica Josefina Gonçalves se tornou essa grande artista e referência, afinal nasceu no seio de uma família que respira arte, sempre foi educada e incentivada a experimentar elementos que trabalhavam o universo do lúdico. Influências positivas não faltaram, pois, segundo a artista plástica, o seu pai é da academia de Letras, mas a veia artística foi herança materna, pois a mãe que pintava e trabalhava com a arte. Ela conta que ficava admirada com os trabalhos de sua mãe. E não é que quando criança Josefina, não contente em pintar apenas os seus trabalhos escolares, acabava pegando os dos colegas. Com 8 anos de idade ela já desenhava e participava de concursos de arte para crianças. Depois disso a jovem artista não parou, foi se destacando e despertando a admiração da família, professores e amigos. “Eu posso dizer que eu passei a minha vida toda pintando”, declara a artista plástica.

O percurso da artista

A arte não tem limites e nem as inspirações dos artistas. Chega uma hora que é preciso explorar o mundo para se aperfeiçoar. A artista plástica autodidata, Josefina Gonçalves ingressou no curso de Ed. Artística na Universidade Federal do Piauí onde conheceu Afrânio Castelo Branco que incentivou a jovem a procurar uma escola mais focada em educação artística já que naquele período a universidade focava em Música e Teatro. Portanto, Josefina, seguindo o conselho do amigo, foi para a Bahia, começou a estudar na Escola de Belas Artes (UFBA) e posteriormente fez licenciatura em desenho plástico. A artista plástica conta que morou na Bahia durante 6 anos, viveu um período de grande efervescência cultural com o surgimento do Axé e Timbalada, grandes exposições, pintura na rua, frequentava ateliês, participava de movimentos culturais, trocas e contato com gente de toda parte. Depois de formada a artista plástica voltou à Teresina onde começou a trabalhar com aerografia e gravuras usando a nudez como tema dos seus trabalhos que tinham como clientes os hotéis e motéis, arte que não recebia o devido valor. Nessas andanças a artista vai parar em Fortaleza e permanece lá por 6 anos onde abre o seu ateliê que servia como local de produção, foi nesse período que ela começou a trabalhar com moda. Então, Josefina retorna para Teresina, grávida do seu filho, Rafael Gonçalves, período no qual começa a pintar temas relacionados à maternidade.

Uma vida de realizações

Os traços e obras de Josefina Gonçalves já viajaram os quatro cantos do mundo e conquistou o público por onde passou. Em 1998 recebeu o Prêmio Originalidade de Pintura em Seda, APCPP Associação Portuguesa de Cultura E Pintura em Porcelana (Rio Grande do Sul). A artista plástica também fez parte da União de Arte e Seda, nesse período suas amigas levaram alguns dos seus trabalhos para a exposição Brasil 500 anos cujo resultado foi anunciado por meio da ligação do Consulado informando que a artista plástica tinha ganho o Prêmio Originalidade em Pintura em Seda EXPO98 e convidando-a para receber o prêmio em Lisboa- Portugal. Já recebeu o Título de cidadã Teresinense da Câmara Municipal de Teresina (2005) e a Medalha de honra ao Mérito Wall Ferraz (2001). Foi membro curadora do College Arte responsável pelo Circuito Internacional de Arte Brasileira (CIAB) e já participou como jurada representante do Estado do Piauí, no Festival de Parintins, Amazonas. Sua história com as artes plásticas é marcada por grandes conquistas, exposições e trabalhos sociais.

 “Arte é o belo, são as cores, todas as formas no mundo, as pessoas, os sentimentos. A arte pra mim é todo o meu mundo.” Josefina Gonçalves

A inspiração e o processo criativo

Os traços inconfundíveis das obras da Josefina Gonçalves são bem conhecidos, a artista já participou de exposições em São Paulo, Porto Alegre Fortaleza, Salvador, São Luís, Brasília, Belo Horizonte entre outras. Além dos países: República Dominicana, Itália, Argentina, Áustria, Portugal, Espanha, Turquia, China e Tailândia. A artista plástica usa o ser humano como tema principal das suas obras e expressa isso com muitas cores e um estilo bem particular que se torna marcante. Ela comenta que suas telas retratam homens e mulheres de sutil sexualidade com movimentos leves e provocantes. Ela usa a harmonia das cores nas formas abstratas onde o ser humano se comunica com um universo.

O atelier e a arte que cura

Quem entra no atelier da Josefina Gonçalves se sente em casa. É no atelier que ela mistura as aulas de pintura e estamparia. O local já tem mais de uma década e tem como objetivo estimular o processo criativo dos alunos respeitando suas particularidades e compartilhar experiências com vários artistas. O local recebe pintores de todos os lugares, inclusive de fora do país. As aulas variam, vão desde os cursos para desenho e pintura até o artesanato, trabalha com todos os níveis de conhecimentos e faixa etária. No atelier os artistas têm a oportunidade de compartilhar experiências. Ela trabalhou em alguns projetos como: Curso Arte das Fibras Naturais (2008), Projeto Oficina de Arte (promovido pelo Ministério da Cultura em 2006), Projeto de Estamparia para Terceira Idade no CCEPLAR (2006) e o Projeto Irmão Sol Irmã Lua (Estamparia para crianças e jovens especiais, Casa Dom Barreto que acolhe crianças e jovens especiais. Sob a coordenação do Professor Marcílio Rangel em 2004). Josefina conta que não só ensina, mas aprende com os seus alunos, o espaço que criou é mais que uma escola de artes, é um lugar para se socializar, para esquecer os problemas e que esse espaço é a sua grande paixão.

Pintar é libertar-se

Josefina Gonçalves gosta de conhecer e viajar, toda vez que explora uma cidade nova leva suas experiências para a sua arte. A artista conta que foi explorando a figura humana nas suas telas com traços que iam dos mais realistas, onde se definia mais a volumetria do corpo, até os mais simples. “Cada vez eu estou simplificando os meus traços”, comenta Josefina. Não tem segredo, a arte liberta, a artista plástica não tem cerimônia ao expressar o quanto gosta de trabalhar com a arte e comenta que o ingrediente é fazer o que gosta. As pessoas encontram na arte um oásis, conseguem transformar a dor em beleza e extraem alegria de onde existia tristeza. Pintar e desenhar tem que fazer bem, por isso a aposta de Josefina é na diversão. Ela diz que o professor tem que ser uma bússola para guiar os seus alunos e fazer com que eles mesmos encontrem a sua identidade e o seu processo criativo. “Arte é o belo, são as cores, todas as formas no mundo, as pessoas, os sentimentos. A arte para mim é todo o meu mundo”, diz Josefina Gonçalves. A artista plástica que já contribuiu muito para as artes plásticas está sempre atuando na cena cultural da cidade, seja produzindo ou promovendo encontros e trocas entre os artistas. Tanto conhecimento e experiências artísticas se misturam com a sua humildade e cuidado em dar liberdade aos alunos. Josefina só arrasta admiradores com suas obras, a sua simpatia e carinho pelo mundo, pelas pessoas e pela arte.

Contatos

http://facebook.com/josefina.goncalves.16

http://instagram.com/atelier.josefinagoncalves

josefinagoncalvespintura@hotmail.com

http://atelierjosefina.wordpress.com

Fotos

 

Vídeos

Lista de exposições

Participou de diversas exposições no Brasil, nas cidades São Paulo, Porto Alegre Fortaleza, Salvador, São Luís, Brasília, Belo Horizonte entre outras e no Exterior nos seguintes países, República Dominicana, Itália, Argentina, Áustria, Portugal, Espanha, Turquia, China, Tailândia.

Outras fontes

http://cidadeverde.com/noticias/174454/artista-plastica-piauiense-faz-sucesso-divulgando-quadros-nas-redes-sociais

 

Última atualização: 06/08/2017

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você Pode Gostar
Leia mais

Maria da Inglaterra

Maria Luiza dos Santos Silva, mais conhecida como “Maria da Inglaterra”, nasceu em Luzilândia em 1940. Começou a…
Leia mais

Lais Rosa

Ela é um sucesso nas redes sociais, seus textos ultrapassaram as fronteiras e conquistaram admiradores de todas as…