Barba Ruiva – Lendas Piauienses

Quem passar pelas redondezas da Lagoa de Parnaguá, pode se surpreender com ele. Se de manhã for, uma criança ruiva pode aparecer aos arredores e causar uma confusão na sua cabeça. Se for de tarde, um moço de barba ruiva pode ser uma surpresa indesejada. Agora, se noite for, um velho de longa barba branca pode te assustar. Confusão, surpresa ou susto. Nada que ele realmente queira provocar.

O Barba Ruiva – como pode ser chamado – vive no fundo da Lagoa Parnaguá. Foi uma criança abandonada por uma mãe que não podia criá-lo. Nesse ato de abandono, ele recém-nascido foi resgatado pela Iara, Mãe d’Água. Iara amaldiçoou a mãe que o abandonara e fez jorrar uma imensidão de água de uma fenda na terra – na região onde o recém-nascido fora abandonado num tacho. Nesse local formou-se a atual Lagoa de Parnaguá, ao sul do Piauí. Morada do encantado filho adotivo de Iara.

Tantos anos após o seu abandono, o ser humano encantado, que ele se tornou, permanece revivendo infância, juventude e velhice todo dia, manhã, tarde e noite. Alguns o conhecem como protetor da lagoa. Porém, no fundo, é só um ser bastante carente e perturbado. Por isso, busca entrar em contato com mulheres que passam por perto – geralmente as lavadeiras de roupa na lagoa. Dessas jovens, ele busca um abraço e um beijo, carinhos rápidos, mas delas logo se afasta e volta para as profundezas da Parnaguá. Quanto aos homens, ele prefere evitar ou neles causa confusão mental, para conseguir deles se afastar. Nenhuma maldade é planejada pelo Barba Ruiva.

Alguns moradores das proximidades de Parnaguá ficam a conjecturar que esse ser encantado da lagoa seja um pagão, que talvez se desencante e viva na normalidade se alguma mulher jogar água benta e um rosário sacramentado sobre sua cabeça. Mas, melhor que pensar em desencantar, essas pessoas deveriam conhecer melhor o menino, jovem e velho Barba Ruiva e por ele se deixarem encantar.

Escrito por Evilanne Brandão.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

Receita de Bomba

A bomba é um salgado tipicamente teresinense. Ele surgiu quando a dona Marlene Ferreira, sua criadora, resolveu empanar e…
Leia mais

Receita de Cajuína

Cajuína é uma bebida não alcoólica, feita do suco clarificado e cozido do caju. A clarificação se dava…