Poesia de Marleide Lins

Toda alma pesa

arquétipos ancestrais

Toda alma que a outra se apega

pesa mais

 

Poesia de Marleide Lins

Livros

“Sub-Vivo” (1979);

“Sem Plano e Sem Piloto” (1985);

“Oito Para Ela” (1992);

“Os Sinos que Dobravam em Silêncio” (1997);

“Interno/Externo” (2002);

“Plexo Solar” (2010);

“Identidades e Diversidade Cultural: Patrimônio Arqueológico e Antropológico” (2013);

“Lirismo antropofágico e outras iscas minimalistas” (2016).

Total
0
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas