poética, de Murilo Moreira Veras

Na ponta  da  saudade

agoniza

uma  estrela

em morte iluminada.

Na saudade de meus ínvios  olhos

eterniza

a dor molhada

em ritmos ligeiros de  pequeno

pranto.

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas