A maior qualidade dos artistas piauienses também é seu maior defeito

As dificuldades fazem com que muitos artistas desistam pelo meio do caminho ou não se dediquem tanto à sua arte, mas também fazem nascer artistas excepcionais que sabem lidar com os percalços e produzir arte com muita qualidade.

As dificuldades fazem com que muitos artistas desistam pelo meio do caminho ou não se dediquem tanto à sua arte, mas também fazem nascer artistas excepcionais que sabem lidar com os percalços e produzir arte com muita qualidade.

Um artista que deseja viver da sua arte, principalmente em início de carreira, precisa de uma grande capacidade de improviso, de se adaptar às circunstâncias, de lidar com o inesperado, de entregar arte de qualidade muitas vezes sem a estrutura ideal. E os artistas piauienses são mestres no improviso. Em conseguir o excepcional com pouco tempo, dinheiro e recursos, o que também é fruto da experiência adquirida.

E isso é excelente. Ainda bem! Não dá para deixar de fazer porque não se tem os recursos ideias. É melhor fazer com o que se tem e com o tempo ir se aprimorando, do que deixar de fazer e esperar que milagrosamente a situação melhore. O problema é que o fato de terem alta capacidade de improviso gera excesso de autoconfiança. Mesmo quando têm tempo disponível e mais recursos, apostam suas fichas no improviso, sendo que poderiam se preparar muito mais para entregar algo com muito mais qualidade ainda.

O que era qualidade, passa a ser então defeito. Preparar-se com antecedência, investigar todos os pontos de melhoria, analisar possibilidades, considerar os imprevistos que podem acontecer é fundamental para entregar ao público o melhor possível. Mas como sabem que conseguem improvisar com maestria, acabam deixando tudo para última hora e para a magia que acontece no palco, o que, ao meu ver, está longe de ser o ideal. E o ideal é buscar sempre pela excelência, pela perfeição. É claro que não se pode prever e preparar-se para tudo, mas com certeza o preparo prévio faz toda a diferença até para aumentar mais ainda a segurança para o improviso.

Seria ótimo se mesmo com toda a capacidade de improviso, os artistas piauienses investissem mais no preparo prévio, em busca do melhor possível para sua arte e para o público. E, é claro, quando houver poucos recursos e pouco tempo, continuar contando com essa capacidade e ganhando ainda mais repertório e experiência.

16 Shares:
2 comments
  1. Que visão maravilhosa e digna de um excelente produtor! Penso que o artista por si só tem a sua missão de criar e atuar. E se perde (por não ter maestria) quando chega no quesito de produzir! Salve Noé e a Geléia Total que tão bem está conduzindo nossos artistas!
    Grande abraco!

  2. Um abraço as palavras, vou levar comigo para repensar cada preparação, deixarei essas palavras entrar no meu pensamento.
    Continue fazendo seu maravilhoso trabalho, um grande abraçaço a todos do geleia total.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

Receita de Bomba

A bomba é um salgado tipicamente teresinense. Ele surgiu quando a dona Marlene Ferreira, sua criadora, resolveu empanar e…
Leia mais

Receita de Cajuína

Cajuína é uma bebida não alcoólica, feita do suco clarificado e cozido do caju. A clarificação se dava…