Marcelo Jeneci é atração do projeto Seis e Meia de julho

Foto: Jorge Bispo / Divulgação

O público piauiense recebe nos dias 12, 13, 14 e 15 o cantor Marcelo Jeneci. Um artista que canta com o coração e atualmente é considerado um dos grandes nomes da música brasileira.
Jeneci é um artista popular e relevante ao mesmo tempo. Algumas de suas músicas tem projeções impactantes como: “Pra Sonhar”, com mais de 47 milhões de streams e “Felicidade”, com mais de 33 milhões de streams somente no Spotify. Sua discografia é composta pelos álbuns “Feito Pra Acabar” (2010), “De Graça” (2014), que foi indicado ao Grammy Latino de Melhor Álbum de Música Popular Brasileira e Prêmio da Associação Paulista de Críticos de Arte (APCA), na categoria Melhor Compositor, e “GUAIA” (2019) onde Jeneci reafirma a continuidade de sua obra, em um disco altamente brasileiro, que une arquétipos de sua formação no agreste de pernambucano e da periferia de São Paulo. O disco foi indicado ao Grammy Latino de 2020. Com mais de 10 músicas em telenovelas, suas canções continuam ganhando destaques em trilhas sonoras da TV e do Cinema brasileiro.

No Piauí, abre os trabalhos dos Projeto Seis e Meia de julho na capital, Teresina. O show será no Theatro 4 de Setembro, no dia 12. Depois, segue para Oeiras, Piripiri e Parnaíba. Na capital, o show de abertura será com Jurandir Vieira. Em Oeiras, show de abertura com Midas. Em Pirirpiri, quem abre ér o artista local Markinhuz. E fechando a agenda do artista em solo piauiense o show em Parnaíba terá abertura de Pedrinho Guitar.


Mais sobre Marcelo Jeneci

O músico ganhou sua sanfona de Dominguinhos e não a abandonou, a inserindo em contexto contemporâneo entre sintetizadores analógicos, beats programados, arranjos sinfônicos, melodias e letras marcantes. Por onde passa deixa um rastro de alegria, leveza e afeto. Seu último álbum chama-se “Guaia”, onde o artista volta às origens ao homenagear o bairro em que cresceu, Guaianazes. Disco este que foi nomeado ao Grammy Latino durante a pandemia. Jeneci também promete resgatar canções de outros álbuns como “Felicidade” e “Pra Sonhar”, uma celebração com o público e com sabor de saudade e abraço. Marcelo Jeneci (voz, sanfona e teclados) sobe no palco acompanhado por Rafa Cunha (bateria e samplers) e Juba Carvalho (percussão).

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas