O tijolo ensanguentado, por Alisson Carvalho

Foto: José Ailson

O sol rasgava com violência a escuridão, no chão as marcas de sangue pareciam dançar refletindo os primeiros raios solares. De onde vinha tanto sangue? Há muito não sentia o mundo girar, compreendo que ele está num eterno movimento de ir e vir, naquela dança quase imperceptível denunciada apenas pelo alvorecer dos dias, pela a rotação da vida, da terra. Por um instante pensei ter visto a felicidade. Olhei, sorridente, para os lábios do meu namorado. Dois homens abraçados? É errado abraçar, eu sei. Não podemos nos expressar abertamente, não podemos fazer o que todo mundo faz diariamente de forma bem mais extravagante, mas eu confesso que a sensação de conforto que eu sentia naqueles carinhosos braços me fazia querer burlar essa maldita lei não escrita.

(Leia o conto completo no livro Trinca Vidro)

Quer adquirir o livro?

Disponível no formato Trinca Vidro Livro físico

Disponível no formato Trinca Vidro E-Book

Fale com Alisson Carvalho Clique aqui (WhatsApp)

Total
0
Shares
2 comentários
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas