A Batalha do Jenipapo em poesia, de Antonio Ferreira

Poesia em homenagem à Batalha do Jenipapo

Piauí, terra querida

Filha do sertão

Estado agraciado nessa sina

De em Campo Maior

Em plena guerra da independência

De ter-se doado pelo seu povo em resiliência

Por ter apesar de perdido até

Pelas tropas do português Fidié

Ser importante para o Brasil ser hoje o que é

Grande batalha do Jenipapo

Pelas margens do seu rio foi alcunhado

Enfrentou sem preparo e sem bons artefatos

Um povo cruel e inclemente

Com major Fidié e sua gente

Dominado foi o povo piauiense

Em terra campo-maiorense

Infelizmente o piauiense não é reconhecido

Pelo seu legado de luta

Onde outros povos essas honras as desfrutam

Foi uma batalha decisiva

De uma luta mesmo vencida

Serviu para os portugueses enfraquecerem

E a independência já reivindicada, fortalecer

Salve o povo de Campo Maior

Que com seu humilde poderio

Conseguiu por essa grande batalha

Ser considerado por seus inimigos uma navalha

Que merece respeito

Por tudo que seu povo fez e tem feito

Respeitemos o grande monumento

Que até o digníssimo governador

Se faz presente nesse importante momento

O momento de celebrar uma derrota com fervor

O fervor de quem com afinco lutou

Sem armas sua vida pelo restante do povo entregou

Nessa batalha ribeirinha

Perto das margens plácidas

Do seu rio Jenipapo

Pelo povo piauiense até hoje honradas

Foto: https://orisval.wordpress.com/tag/rio-jenipapo/

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

Receita de Bomba

A bomba é um salgado tipicamente teresinense. Ele surgiu quando a dona Marlene Ferreira, sua criadora, resolveu empanar e…
Leia mais

Receita de Cajuína

Cajuína é uma bebida não alcoólica, feita do suco clarificado e cozido do caju. A clarificação se dava…