Proesia de Renata Flávia

Renata Flávia – Foto José Ailson (Um Zé) (8)

dentre teus galhos
uma polpa mole se esconde
danças aos olhos do vento
não te preocupas com o ponto fraco
que desvendo
roça cada pedaço do teu sonho
no meu medo humano
e ri com ternura na banheira
és muito além do que compreendo
uma simplicidade inatingível no teu ventre
descortinou meu mundo
já te amo e já temo.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like