A Falange e o EP Qual sombra infesta o mundo? Uma reflexão e uma crítica a sociedade, por Wonnack

Com letras que falam sobre as mazelas, as disfunções sociais e a inadequação do indivíduo na sociedade nasceu o EP Qual sombra infesta o mundo? da banda A Falange. EP lançado dia 18 de abril de 2019 nas plataformas digitais. O trabalho marca a volta da banda de metal progressivo e death metal depois de 3 anos e meio parada.

 

A arte da capa é assinada por Manoel Renato (que também é guitarrista da banda). A arte passa a ideia de que a maldade (representada pelas sombras) tenta puxar tudo para si.

“No fim há um sentimento de que se existe um “mal”, uma “sombra” que infesta o mundo, ela é projetada do próprio homem que se reproduz, destruindo e corrompendo tudo em seu caminho” – Marcos Santana.

 

O EP foi gravado no estúdio Mundo Fechado pelo engenheiro de som Marcos Santana (que também é baterista da banda).

 

O Ep Qual sombra infesta o mundo? traz uma sonoridade mais densa, com refrãos marcantes e que exploram as influências melódicas da banda, além dos pianos e sintetizadores que estão cada vez mais presentes nas produções da banda” – Marcos Santana.

 

LETRAS

 

Vagar fala sobre o encontro do homem com a morte.

 

Sem espelhos para se enxergar é uma critica a hipocrisia. Expondo que o crítico é apenas alguém frustrado que odeia quem teve coragem de lutar e alcançar o que ele sempre quis.

 

Louva-a-deus é sobre o fanatismo político e a manutenção do poder. Sobre aquele que levanta uma bandeira, um estandarte e passa o bastão para quem possa fazê-lo permanecer no poder.

 

PROJETOS

 

A Falange está produzindo um documentário e um CD que serão lançados ainda neste ano.

 

CURIOSIDADE

 

O nome da banda é inspirado em uma saga dos quadrinhos dos X-Men. Nessa saga os X-Men enfrentam uma raça alienígena chamada A Falange e todos dessa raça eram conectados pelo sistema nervoso formando uma só consciência coletiva, a banda escolheu esse nome por todos os integrantes terem o mesmo objetivo, como se juntos formassem uma única consciência.

 

MENSAGEM FINAL

 

“Estamos felizes em retomar algo que sempre foi fonte de muito orgulho para todos nós. A vontade de produzir e tocar está mais forte que nunca. Queremos agradecer a todos os amigos que sempre deram força e insistentemente cobraram esse retorno, vocês são parte integral disso. Agradecer também ao nosso mais novo parceiro, sexto integrante da banda, Pedro Hewitt, que ficou com a incumbência de nos produzir em relação a tudo que diz respeito a shows e mídias sociais. E, claro, agradecer ao Geleia pelo espaço e parabenizar a iniciativa de divulgar a arte no nosso estado” – Marcos Santana.

 

ONDE OUVIR

 

Spotify

Deezer

 

INTEGRANTES

 

Alexandre Aquino: vocais.

Marcos Santana: bateria.

Manoel Renato: guitarra.

Thomaz Jedson: guitarra.

Will Felipe: baixo.

3 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

Receita de Bomba

A bomba é um salgado tipicamente teresinense. Ele surgiu quando a dona Marlene Ferreira, sua criadora, resolveu empanar e…
Leia mais

Receita de Cajuína

Cajuína é uma bebida não alcoólica, feita do suco clarificado e cozido do caju. A clarificação se dava…