Acercadaseca, de Willekens Van Dorth

a seca mata a moita
o dia na noite
a seca seca cega segue suga
cerco
mata
a consciência na inocência
a seca muda
fica o parto sem partilha
a seca de uns
a cerca do outro
acerca de todos

à seco

 

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like