Áspera, de Willekens Van Dorth

basta
um bilhere
um telefonema
espero
uma chamada
uma imagem
o cheiro
a esperança é a última que morre
e també a que mata
basta

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas