Valéria Mesquita, a poeta de Cabeceiras do Piauí

Valéria da Silva Mesquita nasceu em 16 de dezembro de 1998 na cidade de Campo Maior, mas vive desde a infância em Cabeceiras do Piauí, onde cresceu e tem investido em sua educação. Sua primeira obra se chama “O universo dos meus versos” (2019) e foi lançado na sua escola com o apoio das professoras Glória Dias, Janice Fernandes e Betânia Pereira. Valéria Mesquita vem conquistando o seu espaço no mundo da literatura e sua obra já se torna importante por representar a primeira obra a ser publicada na cidade de Cabeceiras do Piauí.

Foto: Alisson Carvalho

 

“A literatura é importante, pois ela é capaz de te levar a outros lugares, a lugares que você possa ir sempre mais além, ou seja, quanto mais você lê, mais você sente vontade de mergulhar na escrita.” Valéria Mesquita

Nome Completo: Valéria da Silva Mesquita

Descrição: Poeta

Data de Nascimento: 16/12/1998

Local de Nascimento: Campo Maior-PI

Escrito por: Alisson Carvalho
Revisado por: Paulo Narley

Foto: Alisson Carvalho

Uma manifestação ancestral

Neta do Seu Apolônio, Valéria Mesquita cresceu escutando as composições do avô que canta no ambiente familiar como uma forma de preencher o dia a dia. E, segundo a artista, como a sua bisavó é descendente de índios, toda a família herdou essa ligação com a cultura local. Dessa forma, as suas raízes são totalmente entrelaçadas tanto à família quanto à história da sua ancestralidade. É também por isso que ela, desde criança, nutre certa afeição pela linguagem musical. O seu envolvimento com a literatura começa dessa forma, influenciado pela cultura musical trazida dos seus bisavós e avós.

Reviravolta literária

“Eu escrevo como um ato emocional”, pontua Valéria Mesquita. A escritora começou a escrever como quem expurga de si todas as angústias e prazeres despertados pelas histórias do cotidiano, por isso, sua literatura sofre pouca influência dos movimentos mais rígidos que costumam definir certos estilos literários. A literatura empírica de Valéria nasce da necessidade de não comprimir dentro de si a imensidão dos sentimentos germinados pela cadência dos dias, e essa evasão de sentimentos ganha contornos na poética que compõe os seus versos, muitas vezes rítmicos e que soam como canções.

Foto: Alisson Carvalho

Das ruas para o papel

Valéria Mesquita começou a expandir seus horizontes com o contato que teve com o mundo virtual. Até então, seus trabalhos permaneciam guardados e escondidos. Somente quando tem contato com os grupos de Rap, é que cria coragem para expor sua poética. De observadora, ela passa a ser uma atuante e entra para as batalhas de rap desses grupos virtuais. Posteriormente, Valéria Mesquita conhece uma poeta baiana, Sarah Silva, que começou a incentivá-la a continuar no mundo das letras. “Eu escrevia, depois amassava e jogava no lixo. Eu sentia vergonha e não tinha essa ideia de mostrar o que eu criava para alguém”, diz Valéria. Foi motivada pela insistência da Sarah que Valéria retornou ao ensino médio e lá ela conhece Cássio Dias, que criou um grupo virtual sobre literatura, no qual os alunos começaram a divulgar seus trabalhos autorais e a escritora começou a se destacar e encantar os colegas com as suas criações.

“Eu escrevo como um ato emocional.” Valéria Mesquita.

O universo dos meus versos

A obra veio da ideia de pensar tudo que atravessa o universo da poeta. Por isso, a capa do livro e o título traduzem esse desejo. “O universo dos meus versos” foi laçado em 2019 no Sarau organizado pela Unidade Escolar Venância Lages Veloso. Segundo a escritora, as professoras Glória Dias, Janice Fernandes e Betânia Pereira foram as responsáveis por organizar a sua obra e viabilizar a publicação do livro. As educadoras transformaram a atividade extracurricular em um evento para promoção dos talentos dos alunos e, como forma de incentivar os novos escritores, surgiu a primeira obra publicada na escola e na cidade. Na obra, a poeta aborda temas variados que foram surgindo de acordo com as suas conversas e observações do cotidiano, pois Valéria escreve antes de tudo sobre e para o povo.

Rompendo as fronteiras da linguagem

A escritora inspirou-se muitas vezes nas virtudes e defeitos dos próprios colegas para produzir muitas das suas poesias. Ela usava os relatos dos conhecidos como fonte de inspiração para seus textos, ou como mote de partida para sua produção.

A escrita de Valéria tem o intuito de aproximar o leitor e justamente por isso ela escreve com simplicidade sobre assuntos complexos e profundos. Além disso, é por meio da literatura que a autora debate a sexualidade e assuntos considerados delicados, portanto, para que não haja ruídos, ela envereda pela objetividade. A escritora pretende ser entendida pelo público mais simples sem ter a pretensão de florear demais os seus versos.

Durante a sua trajetória como poeta, Valéria Mesquita foi lapidando a sua escrita, principalmente por influência dos clássicos da literatura como Machado de Assis e recebeu apoio de colegas e articuladores culturais como Roney Rodrigues.

Foto: Alisson Carvalho

A literatura colorindo os dias

A primeira poeta de Cabeceiras do Piauí é Valéria Mesquita. É depois dela que muitos colegas e novos poetas têm emergido motivados pela insistência da artista em divulgar os seus versos. Segundo a escritora, tudo que nasce da inspiração do artista é literário, não importa se a forma como é apresentada ao mundo é na prosa ou poesia, se é como dança ou teatro, todas essas manifestações têm um pouco de literário nelas. Dos poetas analfabetos do sertão aos escritores clássicos, tudo é literatura e o que vai mudar nisso é apenas a linguagem. Por isso, Valéria cultua tanto a simplicidade na literatura e nas pessoas. Para ela, os pequenos gestos são os elogios mais significativos que podem ser colhidos. A poesia, para Valéria, é um ato emocional que furta a própria realidade e força um mergulho dentro do universo conotativo, figurado e que, muitas vezes, colore os dias mais sombrios.

Contatos

Instagram.com/vallpoeta

Facebook.com/wall.mesquita.77

Fotos

Vídeo

Biblioteca

O universo dos meus versos (2019).

Última atualização: 17/12/2019

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

Lais Rosa

Ela é um sucesso nas redes sociais, seus textos ultrapassaram as fronteiras e conquistaram admiradores de todas as…