QUE ANO DESEJAMOS? por Valéria Lima

Imagem: Valéria Lima

Um ano novo de texturas e sabores…
aromas
perfumes relevantes
suas vivas cores
essências, extratos
temperaturas, o tato,
tua língua, teu palato.
faisandé
afável alvorecer
aprazível
amável, você
lascado
daubado
respeitado
vida, cozinha ou quarto
que venha ano novo…
então que seja cozido
que seja assado
que seja com sono
sem sono, com dor
vacinado
que se diga encorpado
macerado, marinado
lenta ou rapidamente
feito um ragu, feito um salteado
misturado,
assim, como este poema
desajeitado
caramelado
que venha em espuma
que venha na velha panela
esferificado, esparramado
sous vide, “pregado”
então que venha bom
que venha louco
mas que acima de tudo
eu viva um pouco
alegria, emoção
uva, pitaia, coco
em vodka, cachaça
em sumo
lágrimas, cebola,
canudo ávido
felicidade
então que seja doce
amargo, salgado
umami… quem sabe?
alcaçuz
solado ou claro
azedo, mel
picante, trufado
mas que seja ardente
pungente
oh, minha gente
só quero um novo ano
novinho
novinho em folha
de quiabo, de taioba
vinagreira
cará, mandioca
joaogomes
que seja assim enfarinhento
arenoso, gelatinoso
solto
que seja de barro,
caralho
que seja de cobre
buriti, pequi
amo-te
saudade mais doce, rapaz
paçoca
de sol
de sereno
seca
úmida
picadinho
encapsulado
prato do dia
louvado
descomplicado
complexo
então que seja frito
que seja grelhado
guisado, fino
cru
vitrificado
que gosto tem?
novo
novíssimo
de ano novo

!

Instagram: @foras_de_poemas | Valéria Lima

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas