SLOTERDJIK*, por Valéria Lima

Fonte: Fronteiras do Pensamento

e   n   i   g   m  a

em tuas limitações

da           filosofia…

teoria do pensamento,

vesgo esqueço.

que imundos pensam na modernidade

?

as ideias sem sinapses;

neurônios flutuantes

em bolhas

de vida impensada

contemporânea.

essa antropotécnica

abstrusa

que aperreia tempero,

têmpera

efêmera,

dos candentes miolos piscantes

como polímeros de uma mente viajante

quem pensa? circunstancial azo longínquo ao divino.

oh, mais adiante, no mergulho

!

homo religious,

homo

faber,

homens aturdidos,

caçoantes do quisto.

tal exercício

de Sloterdjik

além do existido

.

.

.

estou trazendo à superfície, o fundo

pensativo.

 

reflexivo sonho

teopoesia?!

 

*A reflexão do poema presente se faz a partir da “preocupação” do filósofo alemão contemporâneo acerca do ato (circunstancial, inclusive) de pensar no mundo atual, além de outras discussões bem-humoradas, em minha provocação imagética-discursiva nas entrelinhas, que combina com a tendência do fenomenológico alemão, de refletir e expor as ideias.

#Tal poema faz parte do meu livro a ser publicado em breve, intitulado “Cartas Engavetadas”. Nele, existem uma diversidade temática a ser explorada. Um livro de poemas que julgo arrojado, despojado e “são de amor sim”. Atrevido! É   um convite ao deleite dos seus 72 poemas, entre abrolhos e flores; quimeras e arrelias, entre tantos suplícios. Vídeos com excertos podem ser acompanhados pelo meu Instagram @foras_de_poemas.

Total
1
Shares
1 comentário
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas