Quos Ego, de Nogueira Tapety

 Nunca direi que te amo — esta expressão

É muito fraca para traduzir

Esse mundo infinito de afeição

Que de dentro do meu ser anda a florir …

O que sinto é quase uma adoração,

Um desejo infinito de fundir

Nossos dois corações num coração

E as nossas almas numa só reunir;

É ânsia de ligar, de amalgamar

As nossas vidas que o destino afasta

E que o próprio destino há de juntar;

Uma afeição consciente e excepcional

Que é humana demais para ser casta

E demais pura para ser carnaval.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like