Louvação, Torquato Neto

Vou fazer a louvação

Louvação, louvação

Do que deve ser louvado

Ser louvado, ser louvado

Meu povo, preste atenção

Atenção, atenção

Repare se estou errado

Louvando o que bem merece

Deixo o que é ruim de lado

E louvo, pra começar

Da vida o que é bem maior

Louvo a esperança da gente

Na vida, pra ser melhor

Quem espera sempre alcança

Três vezes salve a esperança!

Louvo quem espera sabendo

Que pra melhor esperar

Procede bem quem não pára

De sempre mais trabalhar

Que só espera sentado

Quem se acha conformado

Vou fazendo a louvação

Louvação, louvação

Do que deve ser louvado

Ser louvado, ser louvado

Quem ‘tiver me escutando

Atenção, atenção

Que me escute com cuidado

Louvando o que bem merece

Deixo o que é ruim de lado

Louvo agora e louvo sempre

O que grande sempre é

Louvo a força do homem

E a beleza da mulher

Louvo a paz pra haver na terra

Louvo o amor que espanta a guerra

Louvo a amizade do amigo

Que comigo há de morrer

Louvo a vida merecida

De quem morre pra viver

Louvo a luta repetida

A vida pra não morrer

Vou fazendo a louvação

Louvação, louvação

Do que deve ser louvado

Ser louvado, ser louvado

De todos peço atenção

Atenção, atenção

Falo de peito lavado

Louvando o que bem merece

Deixo o que é ruim de lado

Louvo a casa onde se mora

De junto da companheira

Louvo o jardim que se planta

Pra ver crescer a roseira

Louvo a canção que se canta

Pra chamar a primavera

Louvo quem canta e não canta

Porque não sabe cantar

Mas que cantará na certa

Quando enfim se apresentar

O dia certo e preciso

De toda a gente cantar

E assim fiz a louvação

Louvação, louvação

Do que vi pra ser louvado

Ser louvado, ser louvado

Se me ouviram com atenção

Atenção, atenção

Saberão se estive errado

Louvando o que bem merece

Deixando o ruim de lado

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like