Poesia “Bilhetinho sem maiores consequências”, de Torquato Neto, declamada por Eudes Filho

Eudes Filho declama “Bilhetinho sem maiores consequências”, de Torquato Neto

Inscreva-se em nosso canal: bit.ly/GeleiaTotalYoutube 

Imagens e Edição: Ícaro Uther
Música: Frevinho, de Erisvaldo Borges
Apoio: Casa da Cultura de Teresina

Bilhetinho sem maiores consequências
(Torquato Neto)

Uma retificação, meu bom Vinícius:
Você falou em “bares repletos de homens vazios”
e no entanto se esqueceu
de que há bares
lares
teatros, oficinas
aviões, chiqueiros
e sentinas,
cheinhos (ao contrário)
de homens cheios
Homens cheios.
(e você bem sabe)
entulhados da primeira à última geração
da imoralidade desta vida
das cotidianas encruzilhadas e decepções
da patente inconsequência disso tudo.

Você se esqueceu
Vinícius, meu bom,
dos bares que estão repletos de homens cheios
da maldade das coisas e dos fatos,
dos bares que estão cheios de homens cheios
da maldade insaciável
dos que fazem as coisas
e organizam os fatos.

E você
que os conhece tão de perto
Vinícius “Felicidade” de Moraes
não tinha o direito de esquecer
essa parcela imensa de homens tristes,
condenados, candidatos naturais
a títulos de tão alta racionalidade
a deboches de tão falsa humanidade.

Com uma admiração “deste tamanho”.

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like