O gingado da sanfona de Pedro Macaquinho

O sanfoneiro Pedro José de Sousa, mais conhecido como Pedro Macaquinho é um importante nome  que atuou e viveu em Canto do Buriti, município piauiense. O artista autodidata ficou conhecido na região e chegou a tocar com a sua sanfona em festas populares e eventos.  Pedro Macaquinho conquistou a amizade e admiração não só na cidade como nas adjacências. Posteriormente o sanfoneiro cria o grupo “Pedro e seus Macaquinhos” em parceria com os filhos que também acabaram e tornando sanfoneiro. O artista lança o CD “The best of Pedro Macaquinho” que conquista o povo rapidamente. Em 12 de setembro de 2011 Pedro Macaquinho termina a sua jornada deixando todos com saudades.

Nome Completo: Pedro José de Sousa

Descrição: Sanfoneiro

Local de Falecimento: Canto do Buriti

Ano de nascimento: 1948

Data de Falecimento: 12/09/2011

Escrito por: Alisson Carvalho
Revisado por: Paulo Narley

Conhecendo a sanfona

Pedro Macaquinho foi crescendo e já enveredando pelo caminho da música, enquanto afastava-se do caminho da roça. Ele era analfabeto e foi percebendo que podia tirar sons do próprio corpo utilizando a mão e a cova da axila, em uma movimentação que servia para marcar o ritmo de uma das músicas do Luiz Gonzaga. Ainda pequeno, ele foi batendo o pandeiro para o sanfoneiro Mané Vicente. Entre uma ou outra pausa do sanfoneiro, Pedro Macaquinho aproveitava para pegar na sanfona e explorar o instrumento sem que Mané Vicente percebesse. Foi aprendendo de ouvido, decorando os tons e ensaiando quando podia.

Pedro Macaquinho: The best of Pedro... - Geleia Total - Piauí

A primeira sanfona

Pedro Macaquinho teve que batalhar para conseguir comprar a primeira sanfona, o que e sabe é que ele trabalhou muito nas pedreiras (para construção do calçamento das ruas) até juntar o valor necessário para adquirir o instrumento. Então, acompanhado da sua sanfona, Pedro começou a tocar em muitas festas e feiras não só do Piauí como do Ceará, animando o público por onde quer que passassem graças também ao seu bom humor. Com o tempo a presença do artista se tornou frequente na região, marcando os eventos e a memória de muitas pessoas que tiveram a vida e os momentos felizes atravessados pelas apresentações de Pedro Macaquinho.

MOV01564: salina936/Pedro Macaquinho - YouTube

Uma presença bem humorada

Pedro Macaquinho é um nome importante não só para a cultura de Canto do Buriti, mas para a cultura nordestina, por isso o Centro Cultural Cantoense (CUCA) em breve inaugurará uma sala de ensaios que servirá como uma forma de prestar homenagem ao artista. Segundo Carlos Andrade, advogado e presidente do CUCA, seu contato com Pedro Macaquinho aconteceu ainda durante a sua infância, pois ele ficava encantado com o senhor que tocava sanfona nas praças, mercados e feiras de Canto do Buriti. Apesar dos obstáculos e das dificuldades, Pedro Macaquinho mantinha um bom humor contagiante, por isso todos recordam do sanfoneiro contando piadas e fazendo uma ou outra de suas brincadeiras para divertir o público. “Pedro se destaca para a cultura do Piauí, do Nordeste e do Brasil como um todo por conta do seu jeito de tocar, pela forma. Desde criança ele tocou com uma sanfoninha de oito baixos do Mané Vicente, que era um sanfoneiro que animava as festas da região”, frisa Carlos. Pedro Macaquinho ainda chegou a se apresentar com o Luiz Gonzaga quando o músico passou pelo município por volta da década de cinquenta ou sessenta aproximadamente, segundo Carlos Andrade. Esse evento era uma festa de casamento e depois dessa apresentação Luiz Gonzaga convidou o Pedro Macaquinho para seguir estrada com ele apresentando shows musicais pelo país. O convite foi recusado, pois Pedro Macaquinho estava apaixonado por um grande amor. Desse amor nasceram os filhos de Pedro Macaquinho, alguns dos quais seguiriam a trajetória do pai, como Walmir que começou no triângulo, tocou zabumba e finalmente a sanfona.

 

The best of Pedro Macaquinho

“Delita, meu amor. Foi ela que abandonou, por isso eu vou passando. Delita me abandonou. Ai, ai que saudades eu tenho. No meu coração ficou.” Pedro Macaquinho gravou um CD com apoio dos amigos, pois precisava de dinheiro para fazer um tratamento em Teresina. Com o dinheiro organizaram o CD intitulado “The best of Pedro Macaquinho” feito de modo artesanal e que tinha algumas canções e também piadas, pois o sanfoneiro também era muito conhecido por ser um humorista e contador de piadas. O CD tinha músicas como “Delita” e “De Madrugada no calor do frio”, além disso fez muito sucesso nas feiras e mercados até ser clonado nas lojas da cidade de Canto do Buriti. Segundo Carlos Andrade (@carlosaandradeadv), uma das músicas tinha uma relação muito forte com a sua família, pois a sua avó se chamava Idelita e tinha uma lanchonete que vendia bolos e doces na feira do município. “O Pedro sempre chegava na lanchonete da avó cantando, fazendo farra e brincando com a música que ele dizia ser em homenagem a ela (talvez nem fosse), mas era uma forma de brincadeira e de diálogo. E aí ele ia cantando as músicas, fazendo as brincadeiras e intercalando com o povo. A minha avó tinha bastante carinho e respeito pelo Pedro Macaquinho”.

Vídeo

Disco

“The best of Pedro Macaquinho”

Outras fontes

http://informativodecantodoburitipi.blogspot.com/2016/10/pedro-jose-de-sousa-pedro-macaquinho_18.html

http://blogger-demparaso.blogspot.com/2012/01/saudosos-sanfoneiros-de-oito-baixos.html?m=1

https://coisasdojunco.blogspot.com/2010/02/as-reinacoes-de-pedro-macaquinho.html

 

Última atualização: 08/09/2020

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

Total
1
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas