Brazil, por Chico Castro

O que nega a si mesmo

O que foge da escuridão

O que faz tremer o medo

Na cara e coroa do perdão.

 

O que será de nós?

O que cospe no chão

Parou na contramão.

 

O que caiu do céu

O que come na mão

O que vive ao léu

O que bate no coração.

 

Numa  pequena esquina do tempo

A asa mais feliz do vento.

 

Atire a primeira pedra

Quem for capaz

Neste país

Que não vai

Nem pela frente

Nem por detrás

 

 

Total
3
Shares
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas