Autores piauienses são finalistas em prêmio nacional

Os autores piauienses Alisson Carvalho e Nathan Sousa são finalistas no Prêmio Book Brasil, um concurso de literatura nacional que nasceu da ideia de valorizar a literatura brasileira. Alisson concorre nas categorias Autor Revelação e com o livro Boxers na categoria Melhor Livro de Contos. Nathan Sousa concorre como Melhor Livro de Poesia com a obra Anfíbia. Para votar você só precisa acessar o link https://docs.google.com/forms/u/1/d/16PgcJfjhE_FK4BWYcAXqn9WCp_Rqhyq7tRRWLgFREJY/edit. A votação acontecerá do dia 01 ao dia 27 de fevereiro, após a apuração dos votos será divulgado os 3 mais votados em cada categoria e o resultado do Prêmio sairá no dia 07 de março de 2021.

Nathan Sousa é natural de Teresina, autor dos livros O percurso das horas (2012), No limiar do absurdo (2013), Sobre a transcendência do silêncio (2014), Um esboço de nudez (2014), Mosteiros (2015), Nenhum aceno será esquecido (2015), Dois olhos sobre a louça branca (2016), Semântica das aves (2017), e do monólogo O que te escrevo é puro corpo inteiro. Já venceu por 04 vezes os prêmios da União Brasileira de Escritores, foi finalista do Prêmio Jabuti 2015 e do I Prémio Internacional de Poesia António Salvado. Tem poemas traduzidos para o inglês, francês, espanhol e italiano. É colunista do blog da revista Revestrés, membro da Academia de Letras do Médio Parnaíba, da Academia Piauiense de Poesia, e membro correspondente da Academia Galega da Língua Portuguesa (Galiza-ESP).

ANFÍBIA é um livro de poemas e conta com 39 poemas e está dividido em quatro partes (fêmea, hipátia, placenta e navalha). Trata-se de um louvor ao “eu feminino” esquecido em meio ao cotidiano. Um canto à “desconstrução” de valores que regem a vida, onde o poeta busca, nas palavras de um dos grandes nomes da poesia brasileira, Salgado Maranhão, “integrar a epifania do instante revelado à etiologia do elemento poético”.

 

 

Alisson Carvalho é natural de Teresina, Bacharel em Ciências Sociais. Redator-Chefe e Colunista do site e das redes sociais da Geleia Total. Autor dos livros “Trinca Vidro”, “Boxers” e “Chocalho do Gado”. Organizador da Antologia Pele” (2020). Autor dos contos premiados “O coreto” ; “O novo”; “Café de velório”; “O ofício da cigarra”. Tem conto nas Antologias “Caçuá” (2019), “Você não está sozinho” (2020), “Afrofuturista: O futuro é Nosso” (2020) e AfroHorror (2020).

O livro Boxers é um livro de 10 contos publicado pela Editora Penalux. Trata-se de uma narrativa composta por dez contos. O “boxe chinês”, conhecido como kung fu, é a grande linha que costura todos os contos. As histórias trazidas no livro falam de vivências LGBTQIA+ dentro das academias de kung-fu. O título e um dos contos faz referência às revoltas ocorridas na China do final do século XIX e começo do XX, quando lutadores se organizaram na “sociedade dos punhos harmoniosos”, mais conhecida como Boxers.

Para o Alisson Carvalho o prêmio tem uma proposta muito positiva de contribuir para a leitura e de formação de novos leitores, além de ter um carácter social importante. Ele conta ainda que participar do Prêmio Book Brasil é uma oportunidade para dialogar e conhecer outros autores, além de uma forma de divulgação do seu trabalho. “Eu fiquei surpreso com as indicações e muito feliz, pois acredito que é uma forma de valorizar a literatura nacional e os autores independentes.”

Sobre o Prêmio Book Brasil

O Prêmio Book Brasil foi idealizado em meados de 2019 pelo escritor e educador social Marcos de Sá. Depois de desenvolver atividades diárias como professor voluntário em uma instituição situada no bairro Bom Jardim (uma das maiores periferias de Fortaleza), Marcos percebeu o poder transformador experimentado pelos jovens e começou a desenvolver a ideia do Book Brasil.

O projeto começou nas redes sociais com a divulgação de informações e conhecimentos que promovessem e valorizassem a literatura brasileira, seus diferentes gêneros literários e autores. E depois de participar do Encontro de Bibliotecários na Bienal do Livro no Ceará, Marcos começou a pensar em propostas para levar a literatura para as comunidades de Fortaleza e aos poucos ia surgindo o Prêmio Book Brasil, uma forma de valorizar a literatura e investir na leitura por meio da doação de livros.

Em 2020 era lançado o primeiro edital do Prêmio que foi feito de forma independente, sem apoio ou patrocínio, mas que já teve uma repercussão muito grande, pois com um mês o concurso já contava com a inscrição de 62 escritores nacionais que fizeram doações de livros, itens escolares e jogos educativos à instituição beneficiada pelo edital. Essas doações chegaram a mais de 150 crianças e adolescentes que puderam levar para suas casas livros, cadernos, lápis de cor, esperança e amor. Superando as expectativas iniciais e mostrando que a solidariedade é o melhor patrocínio que poderíamos ter. O projeto segue em rumo à sua segunda edição. Agora com a colaboração de amantes e profissionais da literatura formando uma equipe técnica.

 

Total
37
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas