Mestre Dezinho: patrono da arte santeira do Piauí para o mundo

Fonte: Youtube/Alcide Filho

A arte santeira do artesão é reconhecida e homenageada por seu estilo histórico e único.

Não por acaso a Central de Artesanato Mestre Dezinho leva este nome. Localizado em frente à Praça Pedro II, o espaço riquíssimo em artesanato dos mais variados tipos e formas, ponto turístico de Teresina e de todo o estado, homenageia em seu batismo o agora considerado patrono da Arte Santeira no Piauí, José Alves de Oliveira, conhecido como Mestre Dezinho. Esta realização se deu a partir da Lei n° 7.832, de 28 de junho de 2022.

Fonte: PIAUICult

Nascido em 2 de março de 1916 no município piauiense de Valença do Piauí, muito cedo o artista começou a trabalhar com marcenaria. Tendo sentido atração pela madeira e pluralidade que esta ferramenta natural propõe na arte e no artesanato ao ver seu pai, marceneiro e carpinteiro, trabalhar, desde a infância ele já brincava de esculpir. Enquanto ia crescendo, nunca deixou seu domínio de lado. Embora tenha exercido diversos ofícios, desde padeiro, em sua própria cidade, até vigia municipal em Teresina, para onde mudou-se com sua esposa e filhos, sempre recebeu encomendas de seu trabalho com a madeira.

Fonte: Youtube/Alcide Filho

A Igreja Nossa Senhora de Lourdes, Igreja da Vermelha, possui quase todo o seu acervo lapidado pelo Mestre Dezinho, e isto foi seu pontapé histórico para um reconhecimento mais amplo na capital e no estado do Piauí, inaugurando uma arte santeira com estilo original e único, que influenciou e influencia até hoje os artesãos do Piauí e do mundo. Seu trabalho recebeu importância mundial ao haver sido exposto não somente no Brasil, mas em países como México, República Tcheca, Itália, Israel, França, Estados Unidos e outros.

Fonte: Wikipédia

As obras do Mestre Dezinho são geralmente feitas em cedro, obedecendo muitas vezes o tamanho natural. Nas roupas dos santos são talhadas referências da cultura piauiense, como cajus, folhagens e flores típicas da região.

Fonte:artepopularbrasil

Mestre Dezinho faleceu aos 74 anos de idade, no ano de 2000, em Teresina. Sua arte santeira representa extrema relevância cultural no cenário artístico e artesanal, de maneira que se faz justa e necessária sua homenagem não apenas na Central de Artesanato ao fazer emergir seu nome, mas também o trazendo oficialmente como precursor e, claro, grande influenciador da arte santeira no Piauí, no Brasil e no mundo.

Fonte: http://artepopularbrasil.blogspot.com/2010/12/mestre-dezinho.html

Total
0
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas