Relembrando "Muvuca" de Marcio Felipe Gomes

 

WhatsApp Image 2018-05-25 at 23.00.41 (3)

A coreografia “Muvuca” foi mais que uma coreografia, foi um projeto que dialogava com vários artistas das danças urbanas na qual o ponto de partida foi um laboratório feito com muito cuidado e pesquisa que demorou mais de um ano de pesquisas e experimentos até ser finalmente estruturado.

A coreografia de Marcio Felipe Gomes, coreografo do Núcleo Piauiense de Danças Urbanas, foi fruto das pesquisas sobre o próprio universo das danças urbanas no Brasil. O bailarino conta que fez um mergulho no tema e que extraiu não só elementos da dança, mas do próprio teatro para construir a obra.

Marcio idealizou a pesquisa cuidadosa sobre o corpo voltado para a dança urbana e a experiência foi um sucesso. Eles usaram diversos elementos como tirar sons do corpo, com base no Stomp, e até usar os elementos do beat box.

“Dividir o palco com a galera foi muito bacana, pois eu fui chamando toda a galera que eu conhecia das danças urbanas, então foi muito bom trabalhar com essa galera, pois eu aprendi muito”, diz Marcio Felipe Gomes.

Eles apresentaram na Casa da cultura, no teatro 4 de Setembro e na Escola de Teatro Gomes Campos. A “Muvuca” agregou bailarinos convidados e como o próprio nome sugere, foi um somatório de vários talentos. O espetáculo de dança também incluiu bate-papos com o público e o diálogo tanto com os bailarinos como com a sociedade foi, segundo Marcio Felipe, bem proveitoso.

“A coreografia “Muvuca”, do Núcleo Piauiense de Danças Urbanas apóia-se nas pesquisas e atividades voltadas às danças de rua, o street dance, as danças urbanas/hip hop e variações, centra jovialidade e energia para repercutir uma muvuca, a confusão que gera estética na dança, nas falas do corpo e no expressionismo de diálogos que marcam as novas partituras que contam a história de juventude que dança. ”Muvuca” tem coreografia Márcio Felipe Gomes”

WhatsApp Image 2018-05-25 at 23.00.41 (4).jpeg
Fonte: http://entrecultura.com.br/2017/08/31/viva-o-theatro-4-de-setembro/
 

0 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like