Os acordes da guitarra de Lívio Nascimento

O guitarrista e produtor musical teresinense Lívio Nascimento que estudou nos cursos técnicos de guitarra elétrica no Instituto de Guitarra (GTR), em Brasília, e no Instituto de Guitarra e Tecnologia (IG&T e EM&T), em São Paulo, além do Curso Intensivo em Harmonia EMAP. Lívio Nascimento tem trabalhos como produtor e diretor Musical, guitarrista, professor de guitarra elétrica. Ele já atuou como “Sideman” dos principais artistas locais e de alguns nomes nacionais em shows e gravações em estúdios, já ministrou aulas na Escola Haendal, em Teresina (2003), e na já extinta escola Equalize (2014 a 2016). Além disso, também é professor particular de guitarra. O músico já venceu o Festival de Música Chapadão, participou do projeto “Oito em Ponto” no Sesc Caixeiral, em Parnaíba-PI. Atualmente, desenvolve projetos como o Grupo Instrumental Chapa Quente Trio que vem fazendo apresentações em festivais e eventos piauienses e já gravou o CD “Janeiro”.

“A música para mim é salvação, pois ela salva vidas.” Lívio Nascimento

Nome Completo: Lívio Nascimento Rocha

Descrição: Guitarrista e produtor musical

Data de Nascimento: 10/06/1983

Local de Nascimento: Teresina

Escrito por: Alisson Carvalho
Revisado por: Paulo Narley

Os primeiros acordes

Lívio Nascimento veio de uma família de músicos do sul do Piauí, por isso ele cresceu com essas referências musicais. Além disso, o seu pai, Lenuar Carvalho, era violinista e já chegou a trabalhar tocando na noite há alguns anos. Segundo Lívio, seus gostos e estilos de preferência musical receberam forte influência do estilo do seu pai que escutava muito rock clássico, bossa nova e música popular brasileira. “Tanto a família da parte do meu pai quanto da minha mãe tocavam instrumentos musicais. Então, sempre que a gente se reunia tinha música. As festas familiares eram regadas de música ao vivo, rodas de samba.” Lívio Nascimento começou a tocar violão com oito anos de idade e esse seu primeiro contato com a música modelou completamente a sua trajetória profissional. “Eu gosto de falar que a minha guitarra é mais brasileira que estrangeira, roqueira, porque antes de escutar a guitarra do rock eu ouvi a guitarra brasileira”, frisa.

Conhecendo a guitarra

Lívio Nascimento começou a pegar as músicas de ouvido, explorando o violão de forma autodidata. Vendo a aptidão do filho, Lenoar matriculou Lívio na Escola de Música de Teresina. Lá, o menino começou a aprender música com o professor Enes Gomes que logo percebeu que o calouro estava em um nível acima dos alunos iniciantes e recomendou que o matriculassem nas aulas mais avançadas, que eram ministradas no turno da noite. Contudo, no horário dessas aulas, o pai de Lívio trabalhava, o que impediu o menino de continuar cursando as aulas de música. Em 1999, quando Lívio tinha dezesseis anos de idade, ele foi convidado para a sua primeira banda de Rock autoral e cover, uma banda de garagem que chegou a tocar duas vezes. Nesse período, o irmão de Lívio tinha um gravador de CD e reproduzia CDs de bandas; enquanto isso, Lívio ficava ensaiando com o seu violão, foi quando um dos clientes de seu irmão viu o desempenho dele com o violão e em outra oportunidade chamou o músico para substituir o guitarrista da sua banda de Swingue/Axé, a Banda Pilera. Essa foi a primeira experiência de Lívio Nascimento com a guitarra e foi a primeira vez que ele recebeu um cachê, o músico permaneceu na banda por aproximadamente oito meses e a partir da vivência começou a explorar o cenário musical.

O método de trabalho

Lívio Nascimento é um artista insaciável por conhecimento, por isso está sempre procurando desenvolver a própria técnica e para esse aperfeiçoamento ela foi absorvendo dicas, informações e conhecimentos de pessoas que são referência nas suas áreas como é o caso do guitarrista André de Sousa que foi seu professor por um ano. “O mercado é exigente e se você não estiver atualizado, estudando e pesquisando você fica para trás”, diz Lívio. Atualmente Lívio conta com orgulho como é prazeroso tocar ao lado de pessoas que ele sempre admirou, músicos que se destacaram nacionalmente como Luizão Paiva (que tocou com Dorival Caymmi, Angela Ro Ro, Moraes Moreira, Caetano e Chico Buarque). Desde o começo Lívio sempre objetivou tocar como os seus ídolos e foi construindo sua carreira para superar os obstáculos técnicos. A disciplina do guitarrista aliada ao ouvido treinado desde a infância fez dele um amante de músicas que exigem do músico uma dedicação e esforço extra, pois são composições que necessitam de  mais cuidado.

“Meu pai veio do sertão nordestino, lá depois de Bom Jesus-PI e eu tenho uma conexão muito forte com aquele povo, com a cidade. Quando eu chego lá parece que é o meu lugar. Eu acho que é uma parada genética mesmo e isso me fascina muito.” Lívio Nascimento

Sobre todos os Janeiros

O primeiro disco de Lívio Nascimento se chama “Janeiro” que recebeu esse nome porque para o músico se trata de um mês especial no imaginário nordestino já que é um período marcado pelo retorno das chuvas e consequentemente quando iniciam as colheitas no sertão. Essas imagens estão na memória do guitarrista que durante as férias viajava para o interior do estado natal e que veio para afirmar esse momento que representa o nascimento, a esperança, a recompensa pelo trabalho árduo de um ano marcado pela escassez. O disco tem oito faixas que são o resultado do seu trabalho ao longo da sua trajetória musical e tem a direção e produção do baixista Paulo Dantas, uma das referências musicais de Lívio. O CD se tornou uma das referências da música autoral instrumental piauiense e, segundo o guitarrista, surgiu de uma provocação feita por Paulo Dantas após o Festival Chapadão, quando Lívio conquistou o prêmio na categoria instrumental. Do convite eles gravaram o CD que só foi prensado e apresentado ao público em 2017 com o incentivo do Siec (Sistema de Incentivo Estadual à Cultura). “Janeiro” encantou o público e traz músicas inspiradas tanto no povo quando na paisagem piauiense, é possível sentir o ritmo e o sotaque de Lívio que faz questão de homenagear quem fez parte de todos esses janeiros.

Criando melodias

Lívio Nascimento que tem uma vasta carreira e já tocou com muita gente de destaque no cenário da música e nesse percurso uma das experiências marcantes da sua carreira foi acompanhar a cantora de bossa nova e de jazz Leny Andrade que se apresentou no Theatro 4 de Setembro. Outra vivência que ele guarda com carinho foi a de ter conhecido e tocado ao lado de Arthur Maia que foi um grande baixista brasileiro, esse encontro aconteceu no Festival de Jazz de Barra Grande-PI. “Foi uma felicidade imensa tocar com o meu grande ídolo”, frisa. Graças ao estudo e esforço de Lívio Nascimento atualmente ele consegue tocar com artistas que sempre admirou e suas referências são os guitarristas brasileiros

Lívio tem um processo criativo bem espontâneo, ele pontua que as suas criações surgem de estalos e esses melodismos, as melodias criadas, podem ter referências tanto dos lugares, da paisagem ou até das pessoas que influenciaram a sua carreira. Para Lívio o artista deve estar conectado com as suas criações no momento da criação. “Meu pai veio do sertão nordestino, lá depois de Bom Jesus-PI e eu tenho uma conexão muito forte com aquele povo, com a cidade. Quando eu chego lá parece que é o meu lugar. Eu acho que é uma parada genética mesmo e isso me fascina muito.”

Um legado nos acordes

Lívio Nascimento é um dos guitarristas de maior destaque para a cultura piauiense, não só pelo trabalho ímpar desenvolvido na produção musical, mas, sobretudo, quando se observa a produção da música autoral instrumental. Além disso, o músico construiu uma carreira com muito estudo, pesquisa, ousadia e criatividade, trazendo diversos conhecimentos apreendidos durante as suas incursões fora da terra natal. Lívio Nascimento compõe com a liberdade, primazia, emoção e cuidado suas criações sem se desprender das suas raízes, mas sempre dialogando com o brasil e o mundo. O artista tornou-se referência para guitarristas apaixonados pela música, rompendo, inclusive, as fronteiras entre as gerações.

Contatos

Facebook.com/livio.rocha

Instagram.com/livionrocha/

Youtube.com/user/livioguitar1

Spotify.com/album/Janeiro

E-mail: livioguitar@gmail.com

Fotos

Vídeo

Discografia

Janeiro (2017).

Outras fontes

https://cidadeverde.com/noticias/285364/boca-da-noite-apresenta-livio-nascimento-nesta-quarta-24

https://portalaz.com.br/noticia/arte-cultura/308/livio-nascimento-lanca-seu-primeiro-disco-com-show-gratuito-no-dia-31-de-julho

 

Última atualização: 04/02/2020

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

5 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar
Leia mais

Maria da Inglaterra

Maria Luiza dos Santos Silva, mais conhecida como “Maria da Inglaterra”, nasceu em Luzilândia em 1940. Começou a…
Leia mais

Lais Rosa

Ela é um sucesso nas redes sociais, seus textos ultrapassaram as fronteiras e conquistaram admiradores de todas as…
Leia mais

Luana Campos

A cantora teresinense Luana Campos é sucesso de público, seja como vocalista feminina da banda Top Gun ou…