Os acordes da guitarra de Lívio Nascimento

O guitarrista e produtor musical teresinense Lívio Nascimento que estudou nos cursos técnicos de guitarra elétrica no Instituto de Guitarra (GTR), em Brasília, e no Instituto de Guitarra e Tecnologia (IG&T e EM&T), em São Paulo, além do Curso Intensivo em Harmonia EMAP. Lívio Nascimento tem trabalhos como produtor e diretor Musical, guitarrista, professor de guitarra elétrica. Ele já atuou como “Sideman” dos principais artistas locais e de alguns nomes nacionais em shows e gravações em estúdios, já ministrou aulas na Escola Haendal, em Teresina (2003), e na já extinta escola Equalize (2014 a 2016). Além disso, também é professor particular de guitarra. O músico já venceu o Festival de Música Chapadão, participou do projeto “Oito em Ponto” no Sesc Caixeiral, em Parnaíba-PI. Atualmente, desenvolve projetos como o Grupo Instrumental Chapa Quente Trio que vem fazendo apresentações em festivais e eventos piauienses e já gravou o CD “Janeiro”.

“A música para mim é salvação, pois ela salva vidas.” Lívio Nascimento

Nome Completo: Lívio Nascimento Rocha

Descrição: Guitarrista e produtor musical

Data de Nascimento: 10/06/1983

Local de Nascimento: Teresina

Escrito por: Alisson Carvalho
Revisado por: Paulo Narley

Os primeiros acordes

Lívio Nascimento veio de uma família de músicos do sul do Piauí, por isso ele cresceu com essas referências musicais. Além disso, o seu pai, Lenuar Carvalho, era violinista e já chegou a trabalhar tocando na noite há alguns anos. Segundo Lívio, seus gostos e estilos de preferência musical receberam forte influência do estilo do seu pai que escutava muito rock clássico, bossa nova e música popular brasileira. “Tanto a família da parte do meu pai quanto da minha mãe tocavam instrumentos musicais. Então, sempre que a gente se reunia tinha música. As festas familiares eram regadas de música ao vivo, rodas de samba.” Lívio Nascimento começou a tocar violão com oito anos de idade e esse seu primeiro contato com a música modelou completamente a sua trajetória profissional. “Eu gosto de falar que a minha guitarra é mais brasileira que estrangeira, roqueira, porque antes de escutar a guitarra do rock eu ouvi a guitarra brasileira”, frisa.

Conhecendo a guitarra

Lívio Nascimento começou a pegar as músicas de ouvido, explorando o violão de forma autodidata. Vendo a aptidão do filho, Lenoar matriculou Lívio na Escola de Música de Teresina. Lá, o menino começou a aprender música com o professor Enes Gomes que logo percebeu que o calouro estava em um nível acima dos alunos iniciantes e recomendou que o matriculassem nas aulas mais avançadas, que eram ministradas no turno da noite. Contudo, no horário dessas aulas, o pai de Lívio trabalhava, o que impediu o menino de continuar cursando as aulas de música. Em 1999, quando Lívio tinha dezesseis anos de idade, ele foi convidado para a sua primeira banda de Rock autoral e cover, uma banda de garagem que chegou a tocar duas vezes. Nesse período, o irmão de Lívio tinha um gravador de CD e reproduzia CDs de bandas; enquanto isso, Lívio ficava ensaiando com o seu violão, foi quando um dos clientes de seu irmão viu o desempenho dele com o violão e em outra oportunidade chamou o músico para substituir o guitarrista da sua banda de Swingue/Axé, a Banda Pilera. Essa foi a primeira experiência de Lívio Nascimento com a guitarra e foi a primeira vez que ele recebeu um cachê, o músico permaneceu na banda por aproximadamente oito meses e a partir da vivência começou a explorar o cenário musical.

O método de trabalho

Lívio Nascimento é um artista insaciável por conhecimento, por isso está sempre procurando desenvolver a própria técnica e para esse aperfeiçoamento ela foi absorvendo dicas, informações e conhecimentos de pessoas que são referência nas suas áreas como é o caso do guitarrista André de Sousa que foi seu professor por um ano. “O mercado é exigente e se você não estiver atualizado, estudando e pesquisando você fica para trás”, diz Lívio. Atualmente Lívio conta com orgulho como é prazeroso tocar ao lado de pessoas que ele sempre admirou, músicos que se destacaram nacionalmente como Luizão Paiva (que tocou com Dorival Caymmi, Angela Ro Ro, Moraes Moreira, Caetano e Chico Buarque). Desde o começo Lívio sempre objetivou tocar como os seus ídolos e foi construindo sua carreira para superar os obstáculos técnicos. A disciplina do guitarrista aliada ao ouvido treinado desde a infância fez dele um amante de músicas que exigem do músico uma dedicação e esforço extra, pois são composições que necessitam de  mais cuidado.

“Meu pai veio do sertão nordestino, lá depois de Bom Jesus-PI e eu tenho uma conexão muito forte com aquele povo, com a cidade. Quando eu chego lá parece que é o meu lugar. Eu acho que é uma parada genética mesmo e isso me fascina muito.” Lívio Nascimento

Sobre todos os Janeiros

O primeiro disco de Lívio Nascimento se chama “Janeiro” que recebeu esse nome porque para o músico se trata de um mês especial no imaginário nordestino já que é um período marcado pelo retorno das chuvas e consequentemente quando iniciam as colheitas no sertão. Essas imagens estão na memória do guitarrista que durante as férias viajava para o interior do estado natal e que veio para afirmar esse momento que representa o nascimento, a esperança, a recompensa pelo trabalho árduo de um ano marcado pela escassez. O disco tem oito faixas que são o resultado do seu trabalho ao longo da sua trajetória musical e tem a direção e produção do baixista Paulo Dantas, uma das referências musicais de Lívio. O CD se tornou uma das referências da música autoral instrumental piauiense e, segundo o guitarrista, surgiu de uma provocação feita por Paulo Dantas após o Festival Chapadão, quando Lívio conquistou o prêmio na categoria instrumental. Do convite eles gravaram o CD que só foi prensado e apresentado ao público em 2017 com o incentivo do Siec (Sistema de Incentivo Estadual à Cultura). “Janeiro” encantou o público e traz músicas inspiradas tanto no povo quando na paisagem piauiense, é possível sentir o ritmo e o sotaque de Lívio que faz questão de homenagear quem fez parte de todos esses janeiros.

Criando melodias

Lívio Nascimento que tem uma vasta carreira e já tocou com muita gente de destaque no cenário da música e nesse percurso uma das experiências marcantes da sua carreira foi acompanhar a cantora de bossa nova e de jazz Leny Andrade que se apresentou no Theatro 4 de Setembro. Outra vivência que ele guarda com carinho foi a de ter conhecido e tocado ao lado de Arthur Maia que foi um grande baixista brasileiro, esse encontro aconteceu no Festival de Jazz de Barra Grande-PI. “Foi uma felicidade imensa tocar com o meu grande ídolo”, frisa. Graças ao estudo e esforço de Lívio Nascimento atualmente ele consegue tocar com artistas que sempre admirou e suas referências são os guitarristas brasileiros

Lívio tem um processo criativo bem espontâneo, ele pontua que as suas criações surgem de estalos e esses melodismos, as melodias criadas, podem ter referências tanto dos lugares, da paisagem ou até das pessoas que influenciaram a sua carreira. Para Lívio o artista deve estar conectado com as suas criações no momento da criação. “Meu pai veio do sertão nordestino, lá depois de Bom Jesus-PI e eu tenho uma conexão muito forte com aquele povo, com a cidade. Quando eu chego lá parece que é o meu lugar. Eu acho que é uma parada genética mesmo e isso me fascina muito.”

Um legado nos acordes

Lívio Nascimento é um dos guitarristas de maior destaque para a cultura piauiense, não só pelo trabalho ímpar desenvolvido na produção musical, mas, sobretudo, quando se observa a produção da música autoral instrumental. Além disso, o músico construiu uma carreira com muito estudo, pesquisa, ousadia e criatividade, trazendo diversos conhecimentos apreendidos durante as suas incursões fora da terra natal. Lívio Nascimento compõe com a liberdade, primazia, emoção e cuidado suas criações sem se desprender das suas raízes, mas sempre dialogando com o brasil e o mundo. O artista tornou-se referência para guitarristas apaixonados pela música, rompendo, inclusive, as fronteiras entre as gerações.

Contatos

Facebook.com/livio.rocha

Instagram.com/livionrocha/

Youtube.com/user/livioguitar1

Spotify.com/album/Janeiro

E-mail: livioguitar@gmail.com

Fotos

Vídeo

Discografia

Janeiro (2017).

Outras fontes

https://cidadeverde.com/noticias/285364/boca-da-noite-apresenta-livio-nascimento-nesta-quarta-24

https://portalaz.com.br/noticia/arte-cultura/308/livio-nascimento-lanca-seu-primeiro-disco-com-show-gratuito-no-dia-31-de-julho

 

Última atualização: 04/02/2020

Caso queria sugerir alguma edição ou correção, envie e-mail para geleiatotal@gmail.com.

5 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

You May Also Like
Leia mais

Lais Rosa

Ela é um sucesso nas redes sociais, seus textos ultrapassaram as fronteiras e conquistaram admiradores de todas as…