Reconstruindo a identidade Ribeirinha, por Roney Rodrigues e Valéria Mesquita

Faz parte do esquecimento de alguns, outros nem chegam a se reconhecer. Reconstruindo a identidade Ribeirinha, o nosso foco é o Renascer.

Muitos viveram antes de nós. Para podermos andar sobre a Terra. Vida longa as nossas crianças, que emanam força e esperança. Que elas dêem continuidade à nossa ancestralidade.

Terra que se destaca pelas suas cores, cheiros, texturas, sabores. Terra onde a felicidade mora, sem se importar com as dores. .

Estragos são deixados pelas cheias Dos Rios Marataoan e Longá, mas independente de tudo isso, existe harmonia no lugar.

Terra seca, esquecida pelos lá de cima, com todo esse pesar, somos imagens, sons e sinfonia. E ainda pensamos, sonhamos e realizamos. Pra Conseguir o certo, não enganos.

De perto, sentindo o cheiro de terra indígena. Ouvir o canto dos pássaros e prosar com os moradores, não tem preço, tem valores.

Ribeirinhos, onde o saber popular é muito forte, onde as ervas e as sementes tem poderes. Aonde tem a humildade do Caboclo, Artesão, Vaqueiro, Pescador e da Quebradeira de Coco Babaçu que ao te ver dizem “se achegue”. .

Nossa verdadeira identidade, verdadeira casa, pertencimento e felicidade. Aqui não é um lugar qualquer. É um coletivo humano. Não sou eu, somos nós: Pessoas, afetos, histórias e relações. Misturando luta e orações.

Aqui não é só nossa casa. É a nossa família. Não é rua, é caminho. Não é pobreza. É a riqueza de nossa gente, de nossa cultura, de nosso passado e de nosso futuro. .

Cabeceiras do Piauí, Piauí, 08 de Junho de 2020

8 Shares:
1 comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar