Gaúchos lançam Documentário sobre a cultura Hip Hop com participação de piauiense

Existe parceria boa saindo do forno,  visto na primeira semana por mais de 4,2 mil pessoas, o documentário “Nem Eu sei Tudo” registra uma década fundamental paras a cultura urbana de Bento Gonçalves, da Serra Gaúcha e do Brasil. A estréia nas plataformas digitais foi dia 18 de junho.
Segundo a ancora produções,  o documentário levou 2 anos de criação,  1 ano de gravação, quase 200 horas de imagens, abraçando o cotidiano da cultura Hip hop, “é um filme cheio de surpresas e pessoas incríveis” relatou a equipe do coletivo Nest.
Uma das características do coletivo Nest e do Hip Hop é grande facilidade de abrir espaços para as pessoas que querem se envolver, assim foi o caso da Ramoniele Silva.
Piauiense nascida em Teresina e moradora de Altos, B.girl Ramony, como é conhecida no meio do Hip Hop, começou no breaking em 2012 fazendo parte do grupo Gigantes Crew de sua cidade e logo em seguida integrou um grupo de breaking formado só por minas o ProBgirls com mulheres de Altos e Teresina envolvidas, onde participou de vários eventos e trabalhos na cena piauiense e também em outros estados, tendo títulos e destaques.
Mas foi em 2017 que a sua carreira, e vida tiveram grande mudança, após estar na primeira vez no Battle In the Cypher, resolveu se mudar para o Rio Grande do Sul, onde sentiu a possibilidade de conviver com o Hip Hop de forma mais intensa, e acabou entrando no coletivo, “Ser parte da Nest Panos ajudou a me fazer crescer dentro da cena e também retribuir de alguma forma com uma cultura que moldou meu caráter” relata Ramony, “Tive a oportunidade de conhecer muitos lugares do Brasil e até outros países, mas certamente fazer parte do Documentário Nem Eu Sei Tudo foi a ação mais importante da minha carreira” completa.
No documentário Ramony aparece em diversas cenas, inclusive falando de suas origens no Nordeste, e com destaque aos trabalhos sociais que hoje ela faz no RS. “Sempre tive muito orgulho do Nordeste e de ser nordestina, agora penso que também estou dando orgulho pro meu estado, por estar me afirmando ainda mais dentro dessa cultura” diz a B.girl.
O Documentário ‘Nem eu sei de tudo’ está disponível no site www.nemeuseidetudo.com.br . Não deixem de conferir, vale muito a pena. Salve a cultura Hip Hop cheia de amor e empatia. Parabéns ao Coletivo Nestpanos e toda a produção desta obra de Arte.
Um filme por @ancoraproducoes
Sobre a @nestpanos
30 Shares:
2 comentários
  1. Obrigado pelo espaço, muito respeito para coma cultura piauiense. Tem muita gente boa daí, espero ter a oportunidade de voltar aí para dançar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar