DEEPLO, a banda que nasceu do acaso e vem conquistando o público

Projeto DEEPLO nasceu na esquina e do asfalto, de um cruzamento de improbabilidades e no mais inesperado chão, daí em diante, brotou e cresceu por conta, inconsciente e sempre em frente, de forma firme e permanente.

Yago Lima, um músico, compositor, violonista e intérprete piauiense, conheceu em 2012, em salvador, a baianíssima letrista, poetisa e compositora Stela Ananda. Assim, se esbarram no tempo e nunca mais se perderam um do outro no espaço.

De lá pra cá, ainda em terras soteropolitanas, montaram um projeto musical autoral, selecionaram músicas e gravaram seu primeiro CD de nome DEEPLO, lançado no Palácio da Música em 2017.

Nos últimos anos vivem nessa ponte aérea de shows entre o Piauí e a Bahia, com pretensão de estender esse itinerário logo em breve, após o lançamento do 2º CD, que já está no forno. A pandemia também interferiu nos projetos da dupla. Desde março de 2020 decidiram fincar raízes no Piauí.

Foram atração no Festival Piaga, edição on line, no mês de fevereiro desse ano. Focados no trabalho autoral eles não param de compor. A canção Tarot é a queridinha do público.

A Deeplo é atuante nas redes sociais. Tem dois projetos audiovisuais que complementam o trabalho deles. Dendê com Cajuína é uma proposta de intercambiar músicas piauienses e baianas. Vídeos gravados com artistas de ambos os lugares. Já o Segunda Contexto trata-se de um vídeo semanal, que vai ao ar toda segunda, dando destaque a uma data importante para o universo sócio- cultural e artístico.

Total
0
Shares
1 comentário
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas