Produtor musical, Iago Guimarães, tem ganhado espaço em Teresina

Natural de Salvador, Iago Guimarães produz músicas do Brasil e do mundo

Ao longo de seus 13 anos de carreira, depois de atuar na Bahia para diversas cidades do Brasil e do mundo, o produtor musical, Iago Guimarães (29), natural de Salvador (BA), finca suas raízes em Teresina (PI). E em menos de 1 ano na cidade, já trabalhou com grandes nomes da cena piauiense.

A banda Validuaté, em que produziu, mixou e masterizou, entre outras, a música ‘Minha Sorte’, com participação de Zé Manoel (indicado ao Grammy Latino 2021), que alcançou 80 mil plays nos streamings de música, é exemplo disso. Também mixou o single ‘Espalhe Amor’, de Tori Huang (The Voice Brasil), além de gravar o disco ‘Obsidian Dome’, da banda Corona Nimbus, no estúdio Family Mob Studio (SP), com participação de Jeean dolabella (Ego Kill Talent), Victor Jam (Black Drawing Chalks), Félix Robatto.

Iago Guimarães produz de forma disruptiva, sempre utilizando samplers, cortes e distorção nas faixas, de modo a criar sons únicos e interessantes. Como utiliza o Ableton Live (estação de trabalho de áudio digital), tem facilidade de fazer adaptações, de modo que os instrumentos não pareçam eles mesmos.

E pensando em elevar o nível das produções antes feitas, trazendo sua expertise, que decidiu participar de uma cena única e efervescente na música.

 

“Avistar novos horizontes, após ter desbravado boa parte das regiões do Piemonte Norte e Sertão do São Francisco, e com reconhecimento, fazendo bandas e artistas de todos os lugares do brasil e fora, me contactando pra produzir ou mixar algo deles, senti a necessidade de ir pra algum lugar com maior alcance, então cheguei à Teresina. E poder trabalhar com Bia e os Becks, Corona Nimbus, Deepmoon, Teófilo Lima, e Eric Fryer, bandas e artistas absolutamente bons no que fazem, pessoas tão incríveis e talentosas, é, pra mim, uma honra”, expõe Iago Guimarães.

O produtor musical iniciou sua jornada de trabalho com o estúdio de gravação Casinha Lab, em 2009, na cidade de Juazeiro (BA). Desde então, produz, fomenta e participa de diversos álbuns, projetos e eventos. No Casinha Lab, já recebeu projetos de cinema (Funcultura, Água Negra, Atrofia, Necropolis, Légua Tirana) e TV (Futura, Natureza Forte).

Também já atendeu artistas de vários Estados do Brasil e de outros países, como Estados Unidos, Reino Unido, Paquistão, Chile e Uruguai. Lançou músicas com personalidades como Roy Mitchell Cárdenas (Mutemath) e Felipe Dieder (Maglore). E gravou com importantes bandas baianas como Semivelhos e Sanitário Sexy, com participação de Luiz Caldas. Como artista, é conhecido pela atuação no cenário musical baiano com a banda Quatro Por Dois, onde lançou 5 discos.

Com o trabalho de arranjos e produção musicais, Iago Guimarães foi um dos ganhadores do Prêmio Caymmi de Música (2015), para a música ‘Além Mar’, junto à banda Semivelhos e levou o primeiro lugar no Festival Nacional Edésio Santos da Canção (2018), com a música ‘Não Passarão’, de Andrezza Santos.

Atualmente trabalha no Estúdio 202, em parceria com Julio Baros, gerente da ‘202 produções’, em Teresina.

Total
4
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Postagens Relacionadas