A cor do amor e a série de EPs da banda Os Cardinais, por Wonnack

Os Cardinais nasceu de um sonho. Hem Frazão, vocalista e guitarrista da banda, depois de passar anos em outros projetos resolveu retirar suas canções da gaveta e montar uma banda onde mostraria seu trabalho autoral. Ele precisava de um nome e ele veio num sonho.

 

“Eu estava querendo um nome pra uma banda nova e de manhã eu acordei com esse nome na cabeça (Os Cardinais) e com a cor vermelho, depois eu fui pesquisar o significado. Quando alguém ouve a palavra cardinais pensa em duas coisas: ou está ligado a religião, ou aos números. Vi que cardinal também significa a cor vermelho intenso, exatamente como no sonho. Parecia que alguém tinha soprado em meu ouvido. E vermelho tem a ver com sangue, com coração, com amor e é disso que eu falo nas minhas músicas, todos os tipos de amor” – Hem Frazão.

 

A banda decidiu começar pelo final: gravar e depois fazer shows.

 

SÉRIE DE 6 EPS

 

Os Cardinais resolveu lançar uma série de EPs ao invés de lançar um álbum com doze faixas. É uma série de 6 EPs denominada Loucos casais e suas sensatas histórias de amor, onde em cada um terá músicas com temas sobre as várias fases de um relacionamento: xaveco, brigas, reconciliação, ciúmes, sexo e etc.

 

“Hoje é mais fácil você atingir as pessoas se você conseguir direcionar a atenção delas para um ponto, pois é tanta informação que se a gente não conseguir se diferenciar, a gente passa como um ponto qualquer da timeline. A minha ideia de gravar EPs foi primeiro pra diminuir os custos da gravação e depois para poder trabalhar melhor as músicas e, principalmente, divulgar e trabalhar em cima de uma música single. Cada EP tem um single. Cada EP vai ter uma capa específica. A ideia é gravar e fazer o show de lançamento daquele single e trabalhar com rede social. Hoje eu não consigo conceber uma banda gravar um disco, fazer ele todo físico e não trabalhar ele em rede social”. – Hem Frazão.

EP#1 LOUCOS CASAIS E SUAS SENSATAS HISTÓRIAS DE AMOR

 

Os Cardinais entrou em estúdio e gravou duas músicas que fazem parte do primeiro EP da série. O EP#1 foi gravado no estúdio The Doors e foi produzido por Thales Brandt, Hem Frazão e por Júnior B. Júnior B entrou para fazer a gravação do baixo e para ajudar na produção desse primeiro EP.

 

“Juntei músicos conhecidos da cidade, mas nós nunca tínhamos tocado todos juntos e nem tínhamos uma amizade formada, mas tínhamos respeito, que para mim é o mais importante em uma relação” – Hem Frazão.

 

FOTO DA CAPA

 

A capa é uma fila. Na foto vemos um homem virado, no sentido contrário a fila, de frente para uma mulher. Isso é exatamente um trecho da segunda música do EP, A cantada dos mutantes.

 

“A ideia foi colocar essa fila, o cara virado no sentido contrário como se ele tivesse conversando, xavecando a menina na fila de um show da banda” – Hem Frazão.

 

A ideia da foto foi de Hem Frazão. O fotógrafo foi Alexander Galvão. Edição feita por Juliano Bode. Locação Seu Madruga pub.

 

LETRAS

 

Eu me f*** até no fim é uma história fictícia que fala de uma pessoa que está triste com o fim de seu relacionamento e fica esperando a outra voltar.

 

A cantada dos mutantes fala de uma peculiaridade, de um cara que está numa fila, vê uma garota e começa a xavecar ela. E a cantada que ele usa é falar sobre uma música dos mutantes.

PROJETOS

 

Dia 6 de abril inicia a gravação do segundo EP. Ele contará com as músicas Manu e Eu me desmonto que já são tocadas nos shows da banda.

 

MENSAGEM FINAL

 

“Eu sou um músico autoral anos a fio, e uma coisa que eu aprendi nesses anos é que você tem que ser um defensor do que produz. Você tem que agarrar com unhas e dentes aquilo ali e acreditar naquilo que você está fazendo, pois se você não acreditar naquilo, você não vai conseguir que as outras pessoas acreditem também. O primeiro ponto é esse, finque seu pé no chão, saiba que aqui em Teresina é muito difícil de trabalhar, mas acredite no seu trabalho. A minha ideia é: acredita e faz mesmo que de pouquinho, vai fazendo. Ou seja, eu sou defensor do que eu faço” – Hem Frazão.

 

ONDE OUVIR?

 

Spotify

Deezer

INTEGRANTES

 

Hem Frazão: vocal e guitarra.

Neto Carvalho: guitarra.

Ivo Solano: baixo.

Caio Galvão: bateria.

11 Shares:
Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Você pode gostar
Leia mais

Receita de Bomba

A bomba é um salgado tipicamente teresinense. Ele surgiu quando a dona Marlene Ferreira, sua criadora, resolveu empanar e…
Leia mais

Receita de Cajuína

Cajuína é uma bebida não alcoólica, feita do suco clarificado e cozido do caju. A clarificação se dava…