Casarão centenário é revitalizado em Pedro II e mantém viva a memória da cidade

Centro Cultural Tertuliano Brandão vai promover inclusão social na cidade e região por meio de atividades artísticas

Popularmente conhecida por seu clima agradável e cachoeiras exuberantes, Pedro II também é famosa pela riqueza cultural. A terra da opala é cenário de um dos maiores festivais do estado e tem filhos importantes para a cultura piauiense, como o artista plástico João Batista. Andar pela praça Domingos Mourão é conhecer um pouco da história do lugar, preservada na fachada de casarões do século passado. A poucos metros dali uma construção de 1920 mantém viva a memória da cidade com mais de 800 peças no acervo. O Centro Cultural Tertuliano Brandão foi restaurado durante a pandemia e está pronto para voltar a receber visita dos moradores e turistas.

Tombado como patrimônio cultural do Piauí, o Centro Cultural Tertuliano Brandão também conta com uma biblioteca que possui mais de mil exemplares, além de salas para exposição, auditório e lojas de artesanato. Com patrocínio da Equatorial Piauí por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura, no valor de 300 mil reais, o espaço passou por uma ampla reforma e teve as estruturas modernizadas, sem comprometer suas características neoclássicas marcantes. A obra contemplou ainda a acessibilidade do local, que agora está adaptado para receber pessoas com deficiência.

Com a revitalização, uma programação de eventos e ações culturais envolvendo a comunidade será mantida, beneficiando todas as faixas etárias. Escolas, associações e entidades serão convidadas para as atividades artísticas, numa promoção da inclusão social, educacional e cultural. “A revitalização feita permite, com o auditório climatizado, a realização de sessões de cinema. Também abre a perspectiva em uma das salas de termos aulas de música e na parte externa podemos receber projetos de ocupação cultural que envolva música, dança e teatro. Esse espaço foi recuperado graças a nossa Lei Estadual de Incentivo à Cultura, com patrocínio da Equatorial”, declara Fábio Novo, Secretário de Estado da Cultura.

A restauração e modernização desse espaço cultural em Pedro II foi um dos 71 projetos patrocinados pela Equatorial Piauí em 2020 através do seu programa E+ Cultura. “A política de incentivo cultural da distribuidora é contínua. Anualmente selecionamos projetos aprovados no edital do SIEC para patrocínio, contemplando iniciativas de norte a sul do estado, dos mais variados segmentos como música, dança, literatura, teatro, dentre outros. A ideia é levar cultura a um número cada vez maior de piauienses”, afirma Yara Lira, Gerente de Relacionamento da Equatorial Piauí.

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas