Estudantes e professores lançam o catálogo-ebook “Murais Urbanos: do muralismo ao grafite”

O projeto de extensão “Murais Urbanos: do muralismo ao grafite” realizou o lançamento do catálogo-ebook com o mesmo nome, com o objetivo de lançar luz ao patrimônio muralista presente na cidade de Teresina. Ao abraçar algumas obras que encontramos nas ruas da cidade, o projeto buscou apresentar um panorama de obras com as quais convivemos e, ao mesmo tempo, influenciam artistas, especialmente grafiteiros e grafiteiras. O catálogo conta ainda com duas entrevistas realizadas com os artistas Nonato Oliveira e Hudson de Melo.

Realizado no âmbito do Programa de Pós-Graduação em Filosofia – CCHL, vinculado ao Folie – Laboratório Interdisciplinar Hermenêutica, Ambiente e Saúde, o projeto é coordenado pelos professores Gustavo Silvano Batista, do Departamento de Filosofia; Roberto Montenegro Filho, do Departamento de Arquitetura e Urbanismo e Fábio Sólon Tajra, do Departamento de Medicina Comunitária; contando ainda com a participação dos bolsistas PIBEX e voluntários Maria Paula Soares Laurentino, Joana Rafaela Silva Andrade e Edilson Melo Silva, alunos do curso de Arquitetura e Urbanismo; e de Karolene Veras da Silva, aluna do curso de Comunicação Social.

Conversamos com o professor da Universidade Federal do Piauí, um dos coordenadores do catálogo-ebook Gustavo Silvano, ele afirma que o mapa precisou de mais tempo para ser executado,  “O projeto reuniu pessoas de diversas áreas, os nossos alunos são basicamente da arquitetura e também da comunicação e a ideia primeira era tentar fazer um mapa com essas obras na cidade toda, a gente viu que o mapa dependeria de mais tempo, do que o projeto permitia, então os alunos participantes  fizeram o mapa presente no ebook acharam por bem, escolher algumas obras mais representativas que trouxessem a questão a convivência da cidade com essas obras, convivência não são só as pessoas que passam pelos painéis tiram fotos, mas também do poder público, aqueles que cuidam da cidade, queríamos incluir o grafite mas não pudemos fazer devido a pandemia, teremos uma conversa com os grafiteiros para entendermos a relação dessa arte mural para o grafite. A obra apresenta um texto sobre o projeto sobre o que a gente buscava fazer com diversas imagens de diversos artistas que fizeram murais em Teresina antigos, consagrados ou novos, num segundo momento podemos fazer com os grafiteiros.”

O projeto cresceu e despertou novos olhares “Esse projeto surgiu como extensão, era uma necessidade que tanto eu quanto os colegas, alunos e professores víamos de realizar um trabalho que pudesse comtemplar esses painéis, que estão presentes na cidade de Teresina e que nós de alguma maneira convivemos, diariamente quando andamos pela cidade” afirma Gustavo Silvano.

 

“Este levantamento atualizado de obras representativas deste importante patrimônio cultural e urbano da cidade de Teresina significa trazer como tema obras que participam da paisagem e da vida urbana da cidade. Esperamos que a presente publicação possa contribuir para pensarmos Teresina, sua relação com a arte mural, provocando parcerias criativas entre universidade e cidade”, destaca o Prof. Gustavo Silvano Batista.

 

 

“Esse mapa catálogo é uma provocação que a universidade pode fazer do ponto de vista da cidade que essas obras que estão presentes aqui, precisam ser montadas não só no sentido de considerar a importância delas, mas a sua conservação e o papel que elas têm na nossa identidade enquanto cidade, algo muito próprio daqui, é uma arte que não vemos em todos os lugares. Já que muitos murais a partir do modernismo foram feitos de azulejos como uma forma de retomar também a tradição portuguesa dos azulejos, aqui os murais superam isso eles trazem não só uma qualidade técnica, artística muito forte, mas também um modo de olhar a cidade” afirma Gustavo Silvano.

A belíssima obra contribui grandemente para o espaço urbano no qual habitamos “Essa publicação tem uma importância grande não só pelas obras que elas retratam, por exemplo: um painel que está presente aí na capa ele estava presente lá na praça Tancredo Neves e não está mais, ele foi retirado. Então fica a pergunta, essa ideia da provocação. Por que que um livro recente registra o painel de uma praça que durante a feitura do livro nós não temos mais. Por outro lado, as entrevistas tanto do Nonato quanto do Hudson ajudam muito a compreendermos a importância dessas artes, dessas obras para o Piauí para Teresina especialmente, é uma riqueza que nós temos. E que a gente nunca esqueça que esses artistas que trazem sua arte para fora dos museus, dos ateliês, para fora dos seus ambientes particulares, têm um compromisso muito grande com a cidade”, completa Gustavo Silvano.

Confira o catálogo-ebook “Murais Urbanos: do muralismo ao grafite” : Murais Urbanos

Total
1
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas