Artistas Piauienses lançam música sobre a luta contra os transtornos de ansiedade e depressão

Hoje, dia 19 de março, às 21h será lançada em todas as plataformas digitais a nova música de Frida Abraão, que divide a composição com a rapper Carmem Kemoly. A canção marca também uma nova fase na carreira de Bixxatriz, antes conhecida como Bia Magalhães, vocalista da banda Bia e os Becks, que adotou um novo nome artístico para sinalizar seu primeiro trabalho solo.

Nas palavras de Frida, ‘Teresina Faz Frio’ é “um grito de socorro por mim e pelos que se foram sem ser ouvidos. É a exposição máxima à qual eu já me submeti. É a minha alma em seu momento mais vulnerável, é um relato de alguém desesperado em uma Teresina que pode ser cruel e glacial.” A música foi escrita em 2016, época em que Frida ainda morava em Teresina e sofria com e perdia amigos para transtornos de ansiedade e depressão.

Frida Abraão no Instagram

 

Aproveitando-se do poder da metáfora, outro problema da capital é trazido à luz: a falta de infraestrutura básica que possa suportar os excessos de chuva que ocorrem anualmente na cidade inteira trazendo problemas imensuráveis.

As cantoras se conheceram na Universidade Federal do Piauí por volta de 2011. Frida e Bixxatriz estudavam Moda e Carmen se dividia na época entre Nutrição na Federal e Jornalismo, na Uespi. Se tornaram amigos e dividiram ciclos. Viveram momentos parecidos, e perderam pessoas queridas para o suicídio. “A princípio seria uma faixa solo, mas não teria como não escolher minhas duas amigas cantoras que compartilharam comigo momentos bons e ruins na mesma época”, conclui Frida.

Dados sobre suicídio

Entre 2001 e 2015, ocorreram 733 mortes por suicídio em pessoas com 10 anos ou mais de idade na cidade de Teresina. A maioria dos suicídios ocorreu no sexo masculino (73,3%), entre 20 e 39 anos (53,8%), negros (73,9%), menor escolaridade e casados (p<0,001). O domicílio foi o local de maior ocorrência (74,2%). Enforcamento e arma de fogo foram mais utilizados pelos homens, envenenamento e precipitação pelas mulheres (p<0,001). A taxa de suicídio aumentou entre os homens (+19,6%) e diminuiu entre as mulheres (-12,2%) – é o que afirma a pesquisa publicada na Revista de Enfermagem da UFPI.

Em 2019, uma reportagem afirma que “no Piauí, o número de casos é crescente. Em 2015 foram registrados 271 casos de suicídio no estado. Em 2016, foram 321, e em 2018 o índice chegou a 329 casos, segundo a Secretaria Estadual de Saúde.”

Já em agosto de 2020, um trabalho científico publicado na Revista Eletrônica Acervo Saúde, denuncia “que no período de 2010 a 2017, foram notificados no estado do Piauí um total acumulado de 475 casos de intoxicação exógenas por produtos de uso doméstico, sendo registrados em Teresina 232 casos, que representa 48.84% do total”.

Pesquisadores dos centros universitários Unifacid, Dom Bosco e Uninovafapi, por sua vez, publicaram em setembro de 2020 um estudo no periódico Research, Society and Development, que coletou dados entre 2015 e 2020 e afirmam que “foram detectados 3.400 casos de tentativas de suicídio com o uso de agentes tóxicos no (…) Piauí; e, atravésdesse total, verificou-se que (…) 77,74% utilizou medicamentos na lesão auto infligida e 53,59% foram [em] Teresina”.

A crise do novo coronavírus e a Lei Aldir Blanc

Todo o processo de produção e gravação de “Teresina Faz Frio” foi realizado de maneira remota, respeitando as normas de isolamento social indicadas pela OMS. O trio que se encontra na voz e interpretação (Frida, Bixxatriz e Carmem) revela que foi um super desafio finalizar o single à distância, já que gravaram em Parnaíba, Teresina e Rio de Janeiro, respectivamente. Frida foi contemplada pelo município de Parnaíba, através da Lei Aldir Blanc, e pôde então dar início à criação de seu home studio.

Outro desafio, que o grupo avalia como positivo, foi misturar os estilos de cada um, desde a produção de Savina Alves, que vem de uma vertente do indie eletrônico mais puxado para o pop LGBTQIA+ contemporâneo, que vem abrindo espaço na cena independente nacional, até uma mistura do rap de Carmen o lirismo de Frida e o pop brasileiro de Bixxatriz.

 

Capa do EP KARMA, de Carmen Kemolly

“Assim que Frida me chamou pra fazer parte da faixa, aceitei de prontidão. A letra é muito forte, e nos remete a muitas pessoas queridas que perdemos. Esse frio no calor intenso, esse calafrio, o consumo de medicamentos, é algo que tá muito presente na nossa geração e precisávamos colocar isso pra fora de algum jeito. Na minha parte da composição, que tenta a todo momento dialogar com a ideia inicial de Frida, eu também tento trazer como a situação política e complexa do nosso país, contribui pra essa insatisfação de viver da nossa juventude”, afirma Carmem Kemoly, rapper que lançou seu primeiro EP em 2019.

Bia Magalhães, da banda Bia e os Becks, agora é Bixxatriz!

A mudança veio para marcar a nova fase da vocalista, que está atualmente trabalhando em um EP solo. Teresina Faz Frio é o primeiro trabalho em que ela assina sob o novo nome artístico.

Bixxatriz na capa da playlist Brasilis, da Geleia Total

Savina Alves ilustrou, com arpeggios, pads, leds e muita sensibilidade, o caos da cidade grande em seu trabalho na produção musical. A artista sintetiza por meio de graves digitais a angústia acelerada que compreende enquanto ansiedade, algo fortemente atrelado à temática central da música. A ideia de criar um ambiente urgente, quase caótico, emerge como antagonismo à melancolia da letra e ao peso da composição e interpretação dos cantautores.

O lançamento oficial de Teresina Faz Frio acontece no dia de São José. Segundo Frida, quando chove, é sinal de um ano próspero. Será que vem ai? Não percam esse lindo trabalho.

Total
27
Shares
Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens Relacionadas